Review de Pokémon Masters: batalhas em equipe e história cheia de fan service


Maurício Amaro
Maurício Amaro

Pokémon Masters não lembra em nada os outros jogos da franquia dos monstrinhos de bolso. Não porque ele é original em sua proposta, mas porque traz um gameplay diferente para o mesmo objetivo de sempre: tornar-se um Mestre Pokémon. Se você está em dúvida se vale a pena ou não jogar Pokémon Masters, confira agora o nosso review sobre o jogo e saiba o que esperar dele.

Pokémon Masters está disponível gratuitamente para Android e para iOS.

Batalhas 3 vs 3 e um só Pokémon por treinador

Batalhas de equipes Pokémon Masters
O sistema de batalhas é a parte mais legal do gameplay

Quase tudo no gameplay de Pokémon Masters representa um novo passo para os jogos da franquia. A começar pelo sistema de batalhas, que surpreende completamente: são duas equipes compostas por três treinadores cada. Vence aquela que derrotar todos os treinadores adversários.

A maioria dos jogadores de Pokémon está acostumado a batalhas por turnos. Primeiro ataca, depois é atacado e assim vai. Em Masters a dinâmica é um pouco diferente. Cada Pokémon tem seus ataques, e cada ataque usa uma quantidade "x" da barra de energia da sua equipe.

A quantidade gasta por cada ataque pode ser vista no próprio ataque. O Thundershock de Pikachu, por exemplo, é um dos que menos consome energia, enquanto seu Thunderbolt consome o dobro. Por isso é preciso analisar qual a melhor estratégia em cada batalha, para não ficar sem energia.

E claro que enquanto você espera seus ataques carregarem, os oponentes podem lhe atacar livremente. Ou seja: não temos batalhas por turnos, contudo elas ainda assim não são tão "livres" quanto se gostaria. Apesar disso, os combates são fluídos, rápidos e até despertam certa adrenalina nos jogadores.

Sem captura de Pokémon

Se você é daqueles que gosta de capturar novos Pokémon e completar sua Pokédex com todos os monstrinhos de todas as regiões, Pokémon Masters não é para você. Infelizmente a Nintendo e a Dena, desenvolvedora do jogo, não incluíram essa opção.

Por isso não fique surpreso por você ter que começar com um Pikachu e nunca mais poder trocar de Pokémon. Da mesma forma, Brock usa sempre um Onix e Misty fica sempre com a Starmie. Todos os treinadores do jogo têm seu Pokémon signature, que são aqueles que eles mais usam nos desenhos.

Nem todo Pokémon evolui...

Quanto à evolução dos monstrinhos, temos duas notícias: uma boa e uma má. A boa que é que sim, uma das partes mais legais da franquia está presente em Masters. Praticamente todos os seus pares podem ter seus Pokémon evoluindo ao estágio máximo. Alguns inclusive vão ao Mega!

Mas você não. E essa é a má notícia. Assim como o Pikachu de Ash não evolui, o seu também não irá. Pelo menos até o momento sabemos que o seu Pikachu poderá chegar aos níveis mais altos, mas jamais se tornarará um Raichu.

O mesmo podemos dizer do Onix de Brock. No caso da serpente de pedra, isso se explica porque Steelix não é do tipo Pedra, mas sim do tipo Aço. Isso implicaria mudanças que, talvez, a Dena e a Nintendo não tenham desejado incluir.

Resta sabermos se em atualizações futuras pelo menos o seu Pikachu poderá evoluir.

Narrativa não inova, mas é cheia de fan service

Pokémon Masters fan service
Os treinadores mais famosos da franquia estão presentes em Masters

Em termos narrativos, Pokémon Masters não traz nada de muito novo à franquia. Você vai parar em uma ilha, Pasio, onde encontra Brock e Misty. Com eles você formará uma equipe, e são os dois que introduzem a você os primeiros movimentos no jogo.

Aqui você não assume o controle de um treinador lendário, porém tampouco é um iniciante. Nesse título você está lado a lado com os melhores treinadores do mundo. Líderes de ginásio, membros da Elite dos 4, Campeões e outros treinadores conhecidos da série juntam-se a você para obterem o título máximo do universo Pokémon.

Você descobrirá, então, que Pasio é onde ocorre uma super competição entre esses treinadores. E você terá de batalhar muito para ganhar insígnias e ter acesso a esse torneio.

Esse torneio, contudo, é apenas um pano de fundo para todo o jogo. Aliás, conforme você for jogando vai esquecendo que essa tal competição existe. O mais interessante não é a narrativa de Pokémon Masters, mas sim as narrativas dos treinadores que são os seus pares.

Além de explorar a ilha de Pasio, você pode conhecer mais a fundo os seus amigos. É muito interessante fazer as missões em que os demais treinadores falam sobre si. É um fan service atrás do outro! Descobrimos que Brock, por exemplo, não gosta de treinar em seu ginásio, pois Onix tem mais liberdade na rua.

Aliás, essas histórias são importantes, pois é por meio delas que você chegará às missões que permitem evoluir os Pokémon de seus amigos.

Novos vilões e novos mistérios Pokémon

Pokémon não é o mesmo sem uma equipe de vilões. A Equipe Rocket recebeu um merecido descanso em Masters, dando lugar à Equipe Break. Eles são seus grandes inimigos, aparecendo com grande frequência em seu caminho para atrapalhar seus planos. Nada que você não esteja acostumado lutar contra se já é veterano na franquia.

Além disso, Pokémon Masters também traz uma nova professora. A Professora Bellis aparece com frequência em sua jornada. Normalmente ela fala sobre mistérios do mundo Pokémon, e na maioria de seus diálogos a conversa é sempre a mesma: sync moves.

Os sync moves são ataques especiais que cada Pokémon possui. Eles são ativados depois de algumas rodadas nas batalhas, causando danos enormes aos adversários. Um mistério que nem mesmo a Professora Bellis sabe explicar.

Jogo pesado e acesso constante à internet atrapalham

Como qualquer jogo mobile, Pokémon Masters possui seus erros. Sim, ele é free-to-play, contudo conta com as famigeradas microtransações. Claro que elas não são obrigadas, mas você vai reparar que já logo no início vai ser bem difícil continuar evoluindo sem alguma ajudinha extra que só o dinheiro pode comprar.

Outro problema é o que jogo exige constante acesso à internet. Aparentemente ele não necessitaria disso, pois a campanha principal dá para jogar completamente no single player. Muitos jogadores estão reclamando que os servidores estão caindo com muita frequência. Alguns nem chegaram a fazer o primeiro login.

Não bastasse isso, estamos falando de um jogo pesado. Inicialmente você precisa de menos de 100 MB para jogá-lo. Contudo a versão completa, com todos os arquivos, exige espaço de 1 giga e 260 MB no seu tablet ou smartphone. Como o jogo conta com vários problemas técnicos, é possível que atualizações sejam lançadas. Por isso guarde espaço no dispositivo.

Multiplayer é apenas cooperativo

Pokémon Masters tem tudo para oferecer batalhas online entre os jogadores. Contudo falha nisso também. O multiplayer é só cooperativo. Você e outra pessoa podem fazer as missões juntos, porém não podem lutar um contra o outro. A Dena cai no mesmo erro da Niantic com Pokémon GO, infelizmente.

Pokémo Masters vale a pena?

Vale a pena Pokémon Masters
Apesar de ser fan service, Pokémon Masters tem falhas

PRÓS:

  • Sistema de batalhas em equipes 3 vs 3
  • Jogo simples e responsivo
  • Fan service constante
  • Narrativa conectada ao anime e aos outros jogos
  • Possibilidade de jogar apenas com seus amigos
  • Quem tem uma conta no Twitch ganha um "modo a mais" de jogo

CONTRAS:

  • Multiplayer é apenas cooperativo
  • Conta com microtransações
  • É um jogo pesado e que ocupa muito espaço
  • Exige constante conexão à internet
  • Permite ter apenas um Pokémon por treinador

Nem de longe Pokémon Masters é um jogo ruim. Aliás, ele é ótimo! E a Dena tem nas mãos a oportunidade de torná-lo ainda melhor com atualizações gratuitas do aplicativo. A desenvolvedora já revelou que o primeiro evento especial, por exemplo, vai trazer Blue e seu Pidgeot para Pasio. Para quem não lembra, Blue é nada menos que Gary Carvalho.

A empresa também garantiu que trará novos treinadores ao jogo, que ainda não apareceram. Portanto se você quer ter a chance de batalhar contra o Pikachu de Ash, talvez ainda tenha a chance de isso acontecer.

Contudo não vamos nos enganar: os jogos mobile de Pokémon não costumam ter uma vida útil assim tão grande. E mesmo aqueles que têm, como o caso de Duels, acabam sendo descontinuados pela Nintendo.

Por isso sim, vale a pena aproveitar o hype e dar uma chance para Pokémon Masters. É um jogo super divertido, com boas referências às histórias clássicas da franquia. Quem deseja um gameplay simples, intuitivo e rápido, certamente vai ficar satisfeito.

Além disso, o game é gratuito tanto para sistemas Android quanto para sistemas iOS.

NOTA FINAL: 8,5

Ficha técnica:

  • Lançamento: 29/08/2019
  • Gênero: RPG
  • Desenvolvedora: Dena
  • Testado em: Android
  • Plataformas: mobiles Android e iOS

Saiba como baixar Pokémon Masters!

Confira 9 dicas para mandar bem no jogo!

Maurício Amaro
Maurício Amaro
Acadêmico e pesquisador na área de Game Studies, iniciou suas aventuras pelo mundo dos jogos ainda na infância, nos Arcades de Mortal Kombat. É fã incondicional dos games single player, mas não nega uma partidinha de FIFA no modo Online quando tem um tempo livre.