Call of Duty Mobile vs Free Fire: saiba qual o melhor jogo para você!


Raphael Aviz
Raphael Aviz

O sucesso de Call of Duty Mobile (CoD Mobile) continua atraindo o público de outros jogos do gênero, especialmente os jogadores de Free Fire, o battle royale mais popular do Brasil. Mas, afinal, existe tanta diferença assim entre os dois jogos? Qual é o melhor? Confira abaixo o comparativo e veja nossa conclusão!

1. Call of Duty Mobile teve mais downloads em menos tempo

CoD Mobile carregou o sucesso do seu nome para o lançamento da versão mobile e, em apenas uma semana, o jogo teve mais de 100 milhões de downloads. Esse valor representa mais da metade do número alcançado por Free Fire durante 2018 inteiro, quando fechou o ano com 182 milhões de downloads.

Espera-se que esse valor ainda aumente muito conforme CoD otimizado e novas atualizações de conteúdo sejam lançadas.

2. Call of Duty Mobile é mais pesado e apresenta gráficos superiores

a

Começando pelo aspecto visual, Call of Duty Mobile apresenta gráficos mais detalhados do que o jogo da Garena, além de possuir, possivelmente, os melhores ambientes entre todos os battle royales de celulares. Se você é fã de bons gráficos, vai preferir CoD Mobile do que Free Fire.

É claro que cada jogador define seu nível de gráficos, mas, em média, Call of Duty possui gráficos superiores sem precisar abrir mão de desempenho, o que demonstra o alto de nível de otimização do jogo.

Por ser um jogo mais detalhado e com bem mais conteúdo (veja o item abaixo), Call of Duty requer aparelhos mais avançados para rodar de forma satisfatória, enquanto Free Fire é bem mais leve e indicado para aparelhos medianos ou fracos.

Confira os requisitos mínimos de cada jogo:

Call of Duty Mobile Free Fire
CPU Snapdragon 625 com 2GHz ou superior Todos
RAM 2GB 1GB
Armazenamento 1.03 GB (2.6 instalados) 600MB

3. Free Fire tem mecânicas mais simples e menos conteúdo

a

Tanto Call of Duty Mobile quanto Free Fire utilizam a mecânica de hitscan em seus tiros, ou seja, cada disparo atinge o oponente automaticamente após ser efetuado, diferente do que acontece em PUBG, por exemplo. No entanto, diferente de Free Fire, Call of Duty se torna mais complexo e difícil de masterizar devido ao recuo personalizado que cada arma possui, que é bem maior do que o recuo sutil das armas de Free Fire.

Isso, por si só, cria uma grande diferença de jogabilidade entre os títulos, com Free Fire sendo bem mais simples de se dominar. Assim, os jogadores de alto nível precisam recorrer aos mínimos detalhes do jogo (além da criatividade) para se destacar. Portanto, se você procura um jogo mais "raso"

Call of Duty também tem mais conteúdo a oferecer, já que possui um rol maior de armas bem diferentes entre si, mais equipamentos, mais mapas e mais modos (veja o item abaixo).

4. Call of Duty Mobile oferece mais modos além de battle royale

a

Apesar de grande parte do sucesso de Call of Duty Mobile estar atrelado ao fenômeno dos battle royales, o jogo não se limita ao gênero e oferece outros modos como Linha de Frente, Mata-Mata (Deathmatch), Dominação e Localizar e Destruir. Além disso, a Activision já informou que os modos Campanha e Zumbi serão disponibilizados no futuro, tornando o jogo ainda mais completo.

Assim, enquanto Free Fire é um exclusivo battle royale, Call of Duty Mobile é um jogo de tiro mais abrangente que pode prender mesmo aqueles que não são fãs de BRs e querem apenas se divertir em modos menos táticos (especialmente o mata-mata!).

5. Free Fire tem partidas mais rápidas e com menos jogadores

a

As partidas de Free Fire acontecem entre 50 jogadores, enquanto as de Call of Duty Mobile (modo battle royale) são entre 100 jogadores. Logo, as partidas em Free Fire são mais rápidas, tornando-o o jogo certo se você não quer se comprometer por muito tempo.

6. Free Fire possui servidores mais estáveis do que CoD no momento

Atualmente, Call of Duty Mobile está apresentando diversos problemas de conectividade e comunicação. Grande parte da comunidade relata casos de desconexão durante as partidas e a dificuldade em se comunicar via microfone.

Com certeza esses problemas serão resolvidos em breve, considerando que o jogo foi lançado há pouquíssimo tempo. Por enquanto, é correto afirmar que Free Fire é um jogo mais estável.

7. Call of Duty Mobile possui combates mais eletrizantes

a

Devido ao maior número de mecânicas, armas e equipamentos, Call of Duty Mobile oferece combates mais eletrizantes, envolvendo muito mais ação e movimentação. Nele, você precisará mesclar pulos, agachamentos e deslizes (uma das principais mecânicas do jogo) para ter sucesso nos combates.

Call of Duty Mobile também possibilita combates inusitados que são inviáveis em Free Fire, já que no CoD você pode combater zumbis (incluindo um chefão), além de precisar atirar em oponentes que estão no ar (seja em helicópteros, ganchos ou no wingsuit), ou mesmo atirar embaixo d’água. Basicamente, os combates em CoD são menos repetitivos.

8. Outras diferenças

Existem ainda alguns fatores menores que diferenciam Call of Duty de Free Fire:

  • Call of Duty Mobile permite perspectiva em 1ª pessoa.
  • Diferente do que acontece em Free Fire, em CoD Mobile você pode se curar andando.
  • Não há dano de queda em Call of Duty Mobile. Sempre que seu personagem pula (ou cai) de um lugar alto, o wingsuit é aberto automaticamente.
  • Você pode deslizar em Call of Duty para obter mais velocidade e se tornar um alvo menor.
  • Call of Duty Mobile possui eventos e microtransações mais caras do que Free Fire.
  • Call of Duty Mobile ainda contém um alto número de bots para preencher partidas rapidamente.

Conclusão

Levando em conta todos os fatores acima, consideramos Call of Duty Mobile um jogo bem mais completo do que Free Fire. Seu histórico no mercado carregou o sucesso para o celular e o jogo é capaz de agradar não apenas os fãs de battle royale, mas também os fãs de jogos de tiro em geral.

No entanto, Free Fire ainda ocupa seu espaço como um jogo mais simples voltado para pessoas com aparelhos mais fracos, ou para jogadores mais casuais que não queiram passar tanto tempo dentro de uma partida.

Call Of Duty Mobile Free Fire
  • Gráficos superiores
  • Requer aparelhos mais potentes e maior armazenamento
  • Apresenta mecânicas mais complexas
  • Oferece mais conteúdo geral (mapas, armas, equipamentos, etc)
  • Oferece outros modos além de battle royale
  • Seu battle royale tem partidas mais demoradas com 100 jogadores
  • Tem combates mais variados e divertidos
  • Possui servidores menos estáveis que apresentam falhas de conectividade
  • Gráficos mais simples
  • Roda bem na maioria dos aparelhos e ocupa menos espaço
  • Apresenta mecânicas mais simples de dominar e favorável a jogadores novatos
  • Por ser um jogo mais leve, oferece menos conteúdo
  • Possui apenas o modo battle royale
  • Tem partidas mais rápidas, com apenas 50 jogadores
  • Os combates são mais repetitivos
  • Possui servidores estáveis que raramente apresentam problemas de conectividade

Confira 9 dicas essenciais de como jogar Call of Duty Mobile!

Requisitos para rodar Call of Duty Mobile: Android e iOS!

Veja como jogar Call of Duty Mobile no PC com teclado e mouse!

Raphael Aviz
Raphael Aviz
Ex-jogador profissional de Counter Strike e Super Smash Bros. Melee, Brawl e 4. No momento aposentado das competições mas FANÁTICO por todos os eSports, sejam de luta, estratégia ou FPS.