Como criar um servidor de Minecraft em Windows e em Mac


Maurício Amaro
Maurício Amaro

Criar um servidor no Minecraft é bastante simples. Neste artigo vamos ensiná-lo a fazer isso para Windows e para Mac! Assim você garante uma liberdade muito maior para jogar em qualquer computador, de onde quiser. Confira abaixo!

Servidor de Minecraft no Windows

Criar um servidor no Windows não exige muitos passos. Vamos a eles!

  1. Primeiro certifique-se de que a versão do seu Java é a mesma da versão atual do jogo. Para isso, clique em Windows+X e clique em Prompt de Comando. Se não for, atualize seu Java.
  2. Depois que garantir que o Java está certo, baixe o instalador (em arquivo .jar) do servidor do próprio site oficial do jogo.
  3. Crie uma pasta para o servidor e coloque o instalador dentro dela.
  4. Clique no instalador com Enter ou duas vezes com o mouse, criando, assim, um arquivo eula.text.
  5. Abra o arquivo eula.text e modifique o "falso" para "verdadeiro".
  6. Clique duas vezes no arquivo .jar e rode o servidor. Pronto!

Servidor de Minecraft no Mac

Quem tem um Mac, da Apple, precisará seguir alguns passos diferentes. Dê uma olhada:

  1. O início é igual: certifique-se de que sua versão do Java é igual a do jogo. Se não for, entre em contato com o suporte da Apple e baixe a versão correta.
  2. Baixe o instalador do servidor, o arquivo .jar. Crie uma pasta para ele e cole o arquivo lá.
  3. Abra o Editor de Texto do seu Mac. Vá em Formato e altere para "texto simples".
  4. Cole o seguinte: #!/bin/bash cd "$(dirname "$0")" exec java -Xms1024M -Xmx1024M -jar minecraft_server.1.15.2.jar nogui
  5. Você vai salvar o arquivo na mesma pasta onde está o servidor, com o seguinte nome: startmc.command.
  6. Vá para sua pasta onde está instalado o Minecraft e conceda a permissão para usar o startmc.command. Para isso use o comando chmod a+x startmc.command no Terminal de Comando do Mac.
  7. Clique no startmc.command e pronto: seu servidor vai funcionar!

Veja também:

Maurício Amaro
Maurício Amaro
Acadêmico e pesquisador na área de Game Studies, iniciou suas aventuras pelo mundo dos jogos ainda na infância, nos Arcades de Mortal Kombat. É fã incondicional dos games single player, mas não nega uma partidinha de FIFA no modo Online quando tem um tempo livre.