Os 18 melhores jogos de GBA que você precisa jogar agora!


Maurício Amaro
Maurício Amaro

Quem já teve um Game Boy Advance sabe a alegria que é ter um console portátil de qualidade. Dentre todos os lançados pela Nintendo, esse talvez tenha sido o mais marcante. Por isso mesmo nós vamos listar aqui os melhores jogos de GBA para atiçar sua nostalgia e sua saudade!

18. Megaman Zero

Megaman Zero

Megaman Zero se passa um século depois do fim de Megaman X. Aqui você controla Zero, que foi acordado depois de anos adormecido. O jogo continua naquele estilo plataforma em 2D, em que o objetivo é chegar ao final das fases e enfrentar um Chefão. Cada Chefe tem um padrão, que precisa ser descoberto para que possa ser derrotado mais facilmente.

O jogo é desafiante, intenso e fazia com que os jogadores tivessem que morrer várias vezes até conseguirem passar das fases. Algo legal desse jogo é que cada fase se encontra em uma área, e essa área pode ser explorada livremente. É quase um conceito de mundo aberto, mas que foi removido nos jogos posteriores da série Zero.

17. Ninja Five-O

Ninja Five-O

Ninja Five-O é uma mistura de vários jogos. Você vai encontrar elementos do próprio Megaman nele, além de evidentes inspirações em Ninja Gaiden e em Revenge of Shinobi. A ideia é destruir uma organização criminosa que está sob a influência de máscaras mágicas.

O jogo todo tem 6 missões com 3 fases cada. Segue o molde de um título de ação em plataforma, com gráficos 2D. Não fez muito sucesso no Ocidente, porém é um título super cultuado no Japão. Vale a pena jogar se puder colocar as mãos nele!

16. Mario Kart Super Circuit

Mario Kart Super Circuit

Nenhum console da Nintendo, seja portátil ou de mesa, existe sem um Mario Kart. O Super Circuit traz elementos dos jogos do N64 e melhora tudo que os títulos do SNES apresentaram. Ele causou furor na época por ser o primeiro da série a sair para um portátil, tendo feito um sucesso absurdo.

Basicamente trouxe tudo que os jogos de corrida do Mario já traziam: poderes especiais, curvas insanas e todas as personagens clássicas do universo do encanador italiano.

Veja o que achamos de Mario Kart Tour

15. Mario vs. Donkey Kong

Mario vs. Donkey Kong

Quem jogou os primeiro Donkey Kong lá na época dos arcades vai lembrar que seu inimigo era o Mario. Nessa nova edição do confronto entre o gorilão e o encanador, temos um novo motivo para briga: Donkey rouba brinquedos da fábrica do Mario, e agora Mario precisa evitar que isso ocorra, recuperando seus brinquedos.

O jogo é super divertido, com uma mecânica refinada. Os controles são fáceis e se encaixam perfeitamente no Game Boy Advance.

14. Mario Golf: Advance Tour

Mario Golf: Advance Tour

Advance Tour é a continuação do Mario Golf do Game Boy Color. Alguns elementos bacanas foram acrescentados em relação à versão anterior. O principal foi a possibilidade de subir de nível, algo meio RPG e que deu uma vida maior ao jogo. A coleta de itens e a melhoria do avatar foram muito elogiados por jogadores.

Os gráficos não são lá essas coisas, mesmo para o Game Boy Advance. Mas nada que estrague a experiência geral! Tentar acertar as tacadas nos buracos podia render boas horas de diversão.

13. Final Fantasy Tactics

Final Fantasy Tactics

Os fãs de RPG precisam jogar Final Fantasy Tactics pelo menos uma vez na vida. É um dos jogos spin-off da série que mais encantou os jogadores no Game Boy Advance. Principalmente porque o jogo tinha juízes e leis. Isso impedia que em determinados dias algumas personagens usassem certos movimentos.

Nesse sentido, cada dia e cada batalha exigiam dos jogadores estratégias diferentes para vencerem os inimigos! Além disso, todos os demais elementos clássicos da franquia, como a narrativa profunda, estavam lá.

12. Sonic Advance 3

Sonic Advance 3

Sonic Advance 3 é mais uma edição de sucesso do ouriço mais rápido do mundo. O jogo traz o mesmo sistema de jogabilidade, focado em fases, com visual 2D, em plataforma. Esse título traz 8 fases, tendo um Chefe cada uma.

Tavez a maior característica de Sonic Advance 3 seja o fato de você jogar com duplas. Você pode escolher suas duplas no início da fase, sendo algumas mais recomendadas que outras para cada estágio.

11. Mario and Luigi Superstar Saga

Mario and Luigi Superstar

Um joguinho bem engraçado e que coloca os irmãos Mario e Luigi juntos. Nessa aventura o vilão não é Bowser, por incrível que pareça. Por um tempo ele até se une aos dois. Aqui você enfrenta Cackletta, que roubou a voz da Princesa Peach. Sua missão é recuperá-la e devolvê-la à Princesa.

O jogo traz altas doses de humor, fazendo referência, inclusive, ao fato de que ninguém se lembra do nome de Luigi. O game é um RPG repleto de ação

10. Kirby and The Amazing Mirror

Kirby and the amazing mirror

Kirby and The Amazing Mirror segue o herói em busca de unir os 8 pedaços do seu irmão, Meta Knight. Ele foi derrotado por sua versão Dark, que também cortou Kirby, mas em 4 partes. Agora o verdadeiro Kirby e seu 3 pedaços ajudantes devem encontrar os pedaços do irmão e derrotar o Dark Meta Knight.

9. Astro Boy: Omega Factor

Astro Boy Omega Factor

Astro Boy: Omega Factor é tão bom que está no livro 1001 jogos que você precisa jogar antes de morrer. Ele é um beat n' up, que se passa em fases e estágios repletos de inimigos. Astro Boy usa chutes, socos e raios para eliminar os adversários. A personagem ainda voa usando um poder de foguete.

Esse é um título muito dedicado aos fãs da franquia. Faz referência constante a personagens famosos. Inclusive cada personaem não jogável que Astro Boy encontra dá pontos extras. Esses pontos melhoram o status do avatar, permitindo que ele encontre fases secretas ao longo do jogo.

8. Castlevania: Aria of Sorrow

castlevania aria of sorrow

Castlevania: Aria of Sorrow não é tão legal quanto Symphony of The Night, mas ainda assim é ótimo! A perspectiva em terceira pessoa em uma ambientação 2D traz aquele sentimento nostálgico dos primeiros jogos da franquia. Seguimos a luta do clã Belmont contra o Conde Drácula.

A história é futurista, ambientada em 2035, o que não não elimina o aspecto medieval e dark do jogo. Aqui não controlamos Alucard, mas Soma Cruz, um estudante japonês que domina as almas dos inimigos e usa a seu favor. O poder tactical soul foi uma das mais elogiadas adições ao game.

7. Metroid: Zero Mission

Metroid Zero Mission

Nintendo não é Nintendo sem Metroid. Zero Mission traz novamente o jogador controlando Samus Aran, no planeta Zebes. Sua missão é caçar piratas em ambientes que se conectam por elevadores e portas. O jogo é side scrolling e 2D, mantendo o aspecto principal do gameplay.

Esse é o único jogo da série até seu lançamento que permite aos jogadores controlarem Samus sem sua roupa robótica. Mas quando está com ela, pode aprender diversas habildiades ao longo da evolução no game.

6. Legend of Zelda: The Minish Cap

Legend of Zelda The Minish Cap

Novamente Zelda está em perigo e cabe a Link salvá-la. A Princesa foi petrificada, obrigando o herói a partir para novos mundos em busca de derrotar o vilão. Basicamente é o mesmo de sempre, mas agora Link tem um chapéu, o Minish Cap, que faz com que ele fique pequeno e possa atravessar lugares antes inacessíveis.

O jogo faz várias referências a jogos como Four Swords, inclusive trazendo o vilão Vaati, que também é antagonista nessa edição.

5. Super Mario World

Super Mario World Advance

Esse é o mesmo Super Mario World do SNES. A versão para o Game Boy Advance trouxe todas as coisas boas desse clássico, permitindo controlar Mario ou Luigi. Yoshi também está presente, e todas as fases e mundo para explorar, como o mundo das estrelas, retornam.

Aliás, são 9 mundos e 96 saídas existentes. O jogo é enorme e traz fases super desafiadoras. Se você não zerou o game no Super NES, talvez tenha chegado a sua hora de fazer isso!

4. Pokémon Ruby e Sapphire

Pokémon Ruby GBA

Já começamos a lista com um clássico inquestionável. Tanto Ruby quanto Sapphire foram marcos da franquia Pokémon e dois dos melhores títulos para GBA. A Nintendo costuma lançar uma nova geração de monstrinhos a cada novo portátil, e com o Game Boy Advance não foi diferente.

O jogo adicionou 135 novos Pokémon, totalizando 386. A região de Hoenn é enorme e traz muitas cidades legais para serem exploradas. É o primeiro jogo a não trazer a Equipe Rocket, mas sim dois novos grupos: Team Magma e Team Aqua.

Os 10 melhores jogos de Pokémon de todas as plataformas!

3. Final Fantasy VI

Final Fantasy VI GBA

Final Fantasy VI fez tanto sucesso no SNES que foi transportado para o GBA. O jogo recebeu boas adições à edição original, como novos quatro Spheres, novas armas e novos ambientes para explorar. Quem nunca jogou, precisa! De todos os títulos da franquia, sem dúvida é o que tem uma das histórias mais complexas.

FFVI é super político. Se passa em um período equivalente à Segunda Revolução Industrial, mostrando um grupo de rebeldes que busca destruir uma Ditadura imperialista. É um prato cheio para quem gosta desse tipo de temática.

2. The Legend of Zelda: A Link to The Past

A Link to the past gba

The Legend of Zelda: A Link to The Past é um dos mais celebrados títulos da franquia. Ele já passou pelo SNES, pelo GBA e agora está no Switch. A versão do Game Boy Advance é uma das melhores. O enredo serve como prequel para outros jogos da série, revelando aspectos dos ancestrais de Zelda e de Link.

A jogabilidade coloca o jogador entre dois mundos paralelos, algo que viria a se tornar uma marca registrada de Zelda. Mecânicas de combates foram melhoradas, permitindo a Link atacar não só para a frente, para também para os lados.

1. Pokémon Fire Red e Leaf Green

Pokémon Fire Red GBA

Esses jogos merecem o primeiro lugar por vários motivos. Primeiro porque são remakes das primeiras edições de Pokémon já lançadas, Red e Green. Elas melhoraram MUITO o aspecto visual, sem retirar tudo de bom que a história e a jogabilidade dos primeiros títulos trouxeram.

Agora dá para escolher o sexo da personagem, além de poder visitar uma nova região depois da Liga Pokémon. As ilhas Savii têm Pokémon de Johto, além de uma nova missão.

Conheça todos os cheats de Pokémon Fire Red

33 melhores jogos de Super Nintendo!

Maurício Amaro
Maurício Amaro
Acadêmico e pesquisador na área de Game Studies, iniciou suas aventuras pelo mundo dos jogos ainda na infância, nos Arcades de Mortal Kombat. É fã incondicional dos games single player, mas não nega uma partidinha de FIFA no modo Online quando tem um tempo livre.