18 videogames que têm a marca de Hideo Kojima!


Maurício Amaro
Maurício Amaro

Hideo Kojima não é só o gênio por trás de Death Stranding. Ele está envolvido em vários outros videogames de sucesso! Neste artigo nós reunimos 18 dos principais jogos que tem a mão mágica do produtor mais conhecido por sua participação ativa na franquia Metal Gear!

1. Metal Gear

metal gear kojima

  • Ano de lançamento: 1987
  • Plataformas: NES, Nintendo GameCube, PS2, PS3, PS Vita e Xbox 360
  • Kojima trabalhou como: Diretor, Escritor e Designer

Considerado um dos primeiros jogos de stealth, Metal Gear originou a franquia mais importante de Kojima. No jogo você controla Solid Snake, que deve se infiltrar em uma base inimiga para destruir um tanque chamado Metal Gear, capaz de lançar várias bombas nucleares ao mesmo tempo.

2. Snatcher

Snatcher

  • Ano de lançamento: 1988
  • Plataformas: PC, SEGA CD, PlayStation e SEGA Saturn
  • Kojima trabalhou como: Escritor e Designer

Snatcher é um jogo no estilo graphic novel, em um mundo cyberpunk. Robôs estão matando seres humanos e tomando seus lugares na sociedade. O gameplay é baseado em tomar decisões a partir de um menu, além de contar com um pouco de exploração de um mundo semiaberto. É baseado em Blade Runner, Akira e Exterminador do Futuro.

3. Metal Gear 2: Solid Snake

Metal Gear 2: Solid Snake

  • Ano de lançamento: 1990
  • Plataforma: MSX2
  • Kojima trabalhou como: Diretor, Escritor e Designer

A continuação de Metal Gear traz Solid Snake para combater uma versão atualizada do tanque do primeiro jogo. Ao mesmo tempo ele deve resgatar um importante cientista. As mecânicas de stealth evoluíram 100% em relação ao game anterior, e a narrativa ganhou tons complexos e ainda mais políticos.

4. SD Snatcher

SD Snatcher

  • Ano de lançamento: 1990
  • Plataforma: MSX2
  • Kojima trabalhou como: Diretor, Escritor e Designer

SD Snatcher é um remake do primeiro jogo, transformado em um RPG. A exploração é maior, e quando o jogador encontra inimigos no cenário a perspectiva muda para primeira pessoa nas batalhas. Ele expandiu também o arsenal do protagonista e acrescentou novos locais importantes para a narrativa.

5. Policenauts

Policenauts

  • Ano de lançamento: 1994
  • Plataforma: PC, PlayStation, SEGA Saturn
  • Kojima trabalhou como: Diretor, Escritor e Designer

Policenauts é um jogo de ficção científica no estilo graphic novel. Trata sobre o salvamento de um astronauta em uma base espacial, que desenrola uma trama sobre tráfico de órgãos, assassinatos e sequestros. É um jogo complexo em termos narrativos, focado no tema de como a vida no espaço pode afetar a vida na Terra.

6. Metal Gear Solid

metal gear solid

  • Ano de lançamento: 1998
  • Plataforma: PlayStation e PC
  • Kojima trabalhou como: Diretor, Escritor, Designer e Produtor

Metal Gear Solid foi um salto na franquia em termos gráficos. Solid Snake deve neutralizar outro agente secreto, enquanto salva reféns. O ponto alto do game foi o uso de cutscenes cinemáticas e das vozes de atores durante essas cenas, o que trouxe, para época, enorme realismo.

7. Metal Gear Solid 2: Sons of Liberty

Metal Gear Solid 2: Sons of Liberty

  • Ano de lançamento: 2001
  • Plataforma: PlayStation 2
  • Kojima trabalhou como: Diretor, Escritor, Designer e Produtor

Sons of Liberty gira em torno de um grupo terrorista de mesmo nome. Eles têm a vida do Presidente dos EUA nas mãos e ameaçam matá-lo, além de causarem um desastre ambiental em todo o planeta. O protagonista é Raiden, um agente novato, e a história tem ligação direta com Metal Gear 4.

8. Metal Gear Solid: The Twin Snakes

Metal Gear Solid: The Twin Snake

  • Ano de lançamento: 2004
  • Plataforma: Nintendo GameCube
  • Kojima trabalhou como: Escritor e Produtor

The Twin Snakes na verdade é um remake doprimeiro Metal Gear. Ele traz mecânicas renovadas, inspiradas por Sons of Liberty, e um novo sistema de dublagem das personagens.

9. Metal Gear Solid 3: Snake Eater

Metal Gear Solid 3: Snake Eater

  • Ano de lançamento: 2004
  • Plataforma: PlayStation 2
  • Kojima trabalhou como: Diretor, Escritor, Designer e Produtor

Snake Eater se passa 30 anos antes do primeiro MG. Assumindo Naked Snake, você tem uma ambientação na floresta, o que amplia o sistema de stealth do jogo. Muitos consideram esse o melhor MG de todos devido à narrativa, às cutscenes e à forma como a quarta parede é quebrada.

10. Metal Gear Solid 4: Guns of the Patriots

mg 4

  • Ano de lançamento: 2008
  • Plataforma: PlayStation 3
  • Kojima trabalhou como: Diretor, Escritor, Designer e Produtor

Outro MG que está entre os melhores jogos de todos os tempos. Em Guns of the Patriots, Old Snake enfrenta Liquid Snake, seu inimigo mortal, que quer tomar controle de um poderoso sistema de computação. A crítica especializada muitas vezes se refere a esse jogo como "perfeito".

11. Metal Gear Online

Metal Gear Online

  • Ano de lançamento: 2008
  • Plataforma: PlayStation 3
  • Kojima trabalhou como: Diretor, Escritor, Designer e Produtor

Apesar de não ter feito tanto sucesso quanto os demais jogos da franquia, MG Online foi bem recebido pelos jogadores. As partidas contavam com um sistema de ranking competitivo, e os jogadores podiam criar seus avatares do zero. Além disso, os mais de 10 modos diferentes de jogo eram um dos pontos mais fortes da experiência.

12. Metal Gear Solid: Peace Walker

Metal Gear Solid: Peace Walker

  • Ano de lançamento: 2010
  • Plataforma: PlayStation 3, PSP e Xbox 360
  • Kojima trabalhou como: Diretor, Escritor, Designer e Produtor

Peace Walker fez sucesso no PSP, trazendo o clássico Snake para os portáteis. O jogo consistia em 2 modos, sendo o principal a campanha, em que o jogador devia se infiltrar em bases e eliminar Bosses. O outro era requerido que o player gerenciasse um exército.

14. Metal Gear Solid V: Ground Zeroes

Metal Gear Solid V: Ground Zeroes

  • Ano de lançamento: 2014
  • Plataforma: PlayStation 3, PlayStation 4, Xbox 360, Xbox One e PC
  • Kojima trabalhou como: Diretor, Escritor, Designer e Produtor

Prólogo de The Phantom Pain, Ground Zeroes se passa alguns meses após Peace Walker. Ele serve para mostrar aos jogadores o que esperar de Metal Gear Solid V. Conta com poucas missões, que podem ser completadas em qualquer ordem.

15. P.T.

P.T.

  • Ano de lançamento: 2014
  • Plataforma: PlayStation 4
  • Kojima trabalhou como: Diretor e Designer

P.T. serviu como um trailer interativo para um novo e cancelado Silent Hills. Ele foi removido e bloqueado pela Sony após o cancelamento de SH. De qualquer forma, trazia uma experiência em primeira pessoa, em que o jogador só podia andar e dar zoom. Após resolver todos os puzzles, descobria que estava jogando um trailer de Silent Hill.

16. Metal Gear Solid V: The Phantom Pain

Metal Gear Solid V: The Phantom Pain

  • Ano de lançamento: 2015
  • Plataforma: PlayStation 3, PlayStation 4, Xbox 360, Xbox One e PC
  • Kojima trabalhou como: Diretor, Escritor, Designer e Produtor

The Phantom Pain se passa 9 anos depois de Ground Zeroes. O jogo traz uma das mecânicas de stealth mais completas já feitas, tendo sido muito bem recebido por isso. A narrativa não é tão boa quanto as dos MGs anteriores, deixando muitas pontas soltas ao final, o que sugere um Metal Gear VI.

17. Silent Hills (cancelado)

silent hills

  • Ano de lançamento: 2015
  • Plataforma: PlayStation 4
  • Kojima trabalhou como: Diretor, Escritor e Designer

Silent Hills foi cancelado após Kojima e seus funcionários saírem da Konami. O jogo prometia ser um dos melhores de terror já feitos, contando com Norman Reedus como protagonista, além da parceria de Kojima com Guillermo del Toro.

18. Death Stranding

Death Stranding

  • Ano de lançamento: 2018
  • Plataforma: PlayStation 4 e PC
  • Kojima trabalhou como: Diretor, Escritor, Designer e Produtor

Kojima, del Toro e Norman Reedus se reuniram para fazer Death Stranding. Um dos jogos mais conceituais já feitos, Death Stranding traz um protagonista que precisa entregar suprimentos para colônias humanas, reconectando-as em meio a um cenário de apocalipse mundial.

Maurício Amaro
Maurício Amaro
Acadêmico e pesquisador na área de Game Studies, iniciou suas aventuras pelo mundo dos jogos ainda na infância, nos Arcades de Mortal Kombat. É fã incondicional dos games single player, mas não nega uma partidinha de FIFA no modo Online quando tem um tempo livre.