Os 15 melhores jogos para quem tem um PS4 e um VR!


Maurício Amaro
Maurício Amaro

O PS4 VR é um sucesso inegável. E isso se deve aos muitos títulos disponíveis para jogar com esse gadget. Nós separamos alguns dos melhores e mais divertidos para você. Se já tem um VR, compre os jogos abaixo e não perca tempo em não ter uma experiência super imersiva. E se não tem, são 15 motivod para comprar agora!

1. Eagle Flight

Quem nunca sonhou em estar na pele de uma grande ave e voar por aí? Em Eagle Flight é justamente o que você vai fazer! O jogo conta com mundo aberto, dezenas de missões, multiplayer e uma experiência completamente imersiva.

No controle de uma águia você passeia por uma Paris vazia, visto que a humanidade foi extinta há 50 anos. O objetivo é derrotar outros animais para fazer ninhos em 5 pontos específicos da cidade. Em termos visuais e gráficos, o jogo é sensacional. Não é à toa que é um dos melhores do PS4.

2. Robinson The Journey

Robinson The Journey segue as aventuras de Robinson Crusoé, mas com algumas modificações e atualizações. A história se passa no espaço e envolve dinossauros e outras criaturas da Pré-História ou mesmo de lendas antigas.

É basicamente um jogo de exploração, com uma linha narrativa simples. Os comandos são um pouco difíceis de dominar no início, mas nada que a prática e a ajuda de seu robô-assistente não amenizem.

3. EVE: Valkyrie

Não podia faltar um "jogo de naves" nesta lista. E EVE Valkyrie é um dos melhores. O foco é no jogo online, em que você deve matar o máximo possível de inimigos. Todos os participantes das partidas, incluindo você, renascem assim que morrem. Ou seja: não é um combate espacial comum, visto que o objetivo não é simplesmente eliminar um adversário.

Esse jogo até tem um modo história e single player, mas as missões contra a IA são super curtas e não têm muita emoção.

4. Job Simulator

Como o nome sugere, seu objetivo aqui é trabalhar. Ou seja: prepare-se para ficar bem irritado jogando, pois seus colegas de trabalho vão fazer de tudo para atrapalhar sua produtividade. Mesmo nas pequenas tarefas você vai sofrer, visto que as distrações serão muitas.

Mesmo assim, esse jogo super inusitado é um dos mais divertidos do PSVR. Você pode vender coisas em uma loja de produtos alimentares, pode trabalhar em um escritório, ser chef de cozinha ou mecânico de carro.

5. Until Dawn: Rush of Blood

Rush of Blood faz parte do universo de Until Dawn, mas tem uma proposta consideravelmente diferente. A temática adolescente foi posta de lado, porém isso é o de menos. O gameplay todo foi reformulado, pois agora você joga sem mover a personagem. Ou seja: você apenas acompanha a câmera e o movimento do cenário.

É como se estivesse em um trilho de trem, seguindo sempre em frente. É cada susto absurdo! Mas claro que as criaturas que aparecem podem ser atacadas por vocês se o seu timing for perfeito.

6. Keep Talking and Nobody Explodes

Já quis tentar desarmar uma bomba? Em Keep Talking and Nobody Explodes é exatamente o que você precisa fazer. O mais legal é que a versão VR, jogada com os amigos, deixa tudo ainda mais tenso e cheio de emoção.

Um do grupo de amigos vai ler um manual e tentar instruir os outros a desarmarem a bomba. O problema é que há tempo para que isso seja feito, do contrário todo mundo explode e dá game over. Realmente não é fácil, e muitos que jogam dizem que suam frio!

7. Doom VFR

Doom VFR tem a proposta de trazer a experiência frenética de Doom para a realidade virtual. Ele consegue isso, porém o gameplay explosivo pode ter sido exagerado para alguns. Principalmente porque os acessórios que acompanham o VR nem sempre conversam direito com o jogo, prejudicando a imersão.

De qualquer forma, quem domina bem esse pequeno problema e sobrevive sem desmaiar à ação constante do jogo, tem uma experiência incrível. Graficamente o game é lindo, e a parte dos efeitos sonoros torna a imersão ainda mais realista.

8. Resident Evil 7

Resident Evil 7 já merece ser jogado sem o uso de VR, mas com a realidade virtual a coisa fica ainda melhor. Graficamente não é tão poderoso quanto poderia ser, mas impressiona pela imersividade e pela jogabilidade.

Cada susto e cada barulho são motivos para suar frio. A câmera do PSVR funciona dando liberdade plena ao jogador, que se movimenta com fluidez pela casa dos Baker. A experiência de jogar um título de terror desse nível usando o VR é sensacional, elevando ainda mais a qualidade de todo o game.

9. NBA 2KVR

NBA 2KVR não é um jogo de basquete completo, tampouco segue os moldes de gameplay dos demais títulos da franquia. Na verdade ele desafia você a completar desafios usando o VR, tais como fazer cestas de 3 pontos. Há inúmeros modos de jogo nesse sentido, que são boas formas de passar o tempo, mas nada além disso.

O jogo é bom para quem quer uma experiência sem compromisso, com baixo nível de desafio e para se divertir com os amigos. Principalmente porque o PS Move não funciona, tendo de usar o DualShock 4 e a câmera do VR para indicar a direção da bola.

10. PlayStation VR Worlds

Um dos jogos de lançamento do VR, o VR Worlds traz 5 mundos em que o jogador deve explorar a experiência da realidade virtual. São eles:

  • London Heist: você é um ladrão de diamantes em um shooter em primeira pessoa
  • VR Luge: basicamente o jogador sobe em uma espécie de skate e deve descer uma rua, desviando das pessoas
  • Scavenger's Odyssey: uma aventura de ficção científica com aliens e exploração no estilo Indiana Jones
  • Ocean Descent: você encorpora um mergulhador que nada até o fundo do oceano para observar a vida marinha
  • Danger Ball: um jogo esportivo em que se deve acertar uma bola com a cabeça

11. Virry VR

Virry VR é um simulador de safari super realista. Você pode visitar o Quênia e interagir com todos os animais que existem nas reservas e nos safaris de lá. Tudo sem gastar dinheiro e, claro, sem se expor aos perigos da vida selvagem.

Mas não só! Além da interação com os animais, você tem 3 câmeras que estão ao vivo do parque queniano LEWA Wildlife Conservancy. Você pode acompanhar o dia a dia dessas lindas criaturas. Além de haver a oportunidade de ficar observando paisagens maravilhosas, com gráficos realistas. Ótimo para quem gosta de meditação!

12. Farpoint

Farpoint pode lembrar a alguns o Destiny, com toda a pegada futurística que esse shooter em primeira pessoa tem. E é exatamente isso que você terá nesse jogo: uma aventura em uma planeta alienígena, controlando um soldado armado até os dentes.

A experiência com o VR é bem executada. Há liberdade de movimento usando o controle de mira específico para a realidade virtual do PS4, o que confere o tão esperado realismo ao jogo. O único ponto realmente negativo é que Farpoint é mais do mesmo dentro do seu gênero, embora seja o melhor quando jogado no VR.

13. Batman Arkham VR

Batman Arkham VR faz parte da celebrada franquia Arkham e é simplesmente um dos melhores jogos para o gadget. A imersão é de arrepiar, pois quem nunca quis incorporar o Homem-Morcego e sair por aí quebrando os bandidos de Gotham ao meio?

Infelizmente você não pode lutar contra ninguém, contudo. A aventura é baseada em resolver puzzles e mistérios, como um verdadeiro detetive. Dá para usar ferramentas e utensílios de Batman, o que já é bem bacana. E claro que há a presença de vilões e de aliados ao longo das missões.

Veja os 12 melhores jogos de super-herói de todos os tempos

14. Superhot

Estamos diante de uma mistura de gêneros, pois Superhot é um FPS com puzzle. Você só pode jogá-lo usando o PS Move, e o que é mais bizarro: se você mexer a cabeça, seus inimigos se movem também e lhe atacam. Qualquer movimento seu desperta os inimigos, o que pode ser um grande problema.

A parte gráfica é meio desenhada, e os ambientes lembram a Matrix. Claro: você se sente meio Keanu Reeves desviando das balas, o que é super divertido. O modo campanha é a estrela do jogo, com uma narrativa MUITO complexa. Já o modo survival traz um desafio bem intenso para quem achou o jogo fácil.

15. Headmaster

Opa! Um título de futebol para VR. Não é PES nem FIFA, mas quebra o galho e traz alguns momentos de diversão. O objetivo é passar pelos mais insanos desafios de cabeçadas na bola. Você é um jogador perdedor e sem habilidade que precisa provar para a equipe que vale alguma coisa.

São inúmeros estágios bem legais, visualmente cheios de efeitos e que vão fazê-lo esquecer do mundo lá fora. Assim como o NBA 2KVR, é ótimo para passar o tempo.

Maurício Amaro
Maurício Amaro
Acadêmico e pesquisador na área de Game Studies, iniciou suas aventuras pelo mundo dos jogos ainda na infância, nos Arcades de Mortal Kombat. É fã incondicional dos games single player, mas não nega uma partidinha de FIFA no modo Online quando tem um tempo livre.